Verdes de Osasco e região participam de pré-lançamento de chapa Lula Alckmin em ato “Vamos juntos pelo Brasil”
Verdes de Osasco e região participam de pré-lançamento de chapa Lula Alckmin em ato “Vamos juntos pelo Brasil”

Verdes de Osasco e região participam de pré-lançamento de chapa Lula Alckmin em ato “Vamos juntos pelo Brasil”

Lideranças partidárias como o Partido Verde (PV 43), centrais sindicais, governadores, deputados (estaduais e federais), prefeitos, vereadores, personalidades (intelectuais, acadêmicas e religiosas) e a ex-presidente Dilma Rousseff participaram na manhã desde sábado (7/5), no Expo Center Norte, na capital paulista, do lançamento do movimento “Vamos Juntos Pelo Brasil” em prol da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à presidência da República. O evento, transmitido pelo YouTube, foi comandado pelo cantor e ex-vocalista do Titãs, Paulo Miklos; e pela atriz e cantora Lika Rosa. Teresa Cristina cantou o Hino Nacional na abertura.

Lula iniciou sua fala parabenizando as mulheres brasileiras e pediu que elas acreditassem mais em suas causas para ocuparem ainda mais os espaços de poder. “Em vez de promessas, apresento o imenso legado de nossos governos como os programas Minha Casa, Minha Vida, Luz Para Todos, Bolsa Família. É urgente restaurar a soberania no país e isso não se resume à missão de resguardar nossas fronteiras.”, disse.

“Governar deve ser acima de tudo um ato de amor. É se alegrar com cada conquista. Governar bem é se sensibilizar com a dor alheia. O negacionismo trouxe enormes prejuízos sociais e econômicos ao nosso País. Defender a soberania é defender a Amazônia e diminuir os gases de efeito estufa que provocam o aquecimento global, é defender e aprender com os povos indígenas. Cuidar do meio ambiente é cuidar das pessoas. O Desenvolvimento sustentável é um desafio global. É dever do Estado cuidar dos seus cidadãos, respeitar pessoas diferentes, combater o extermínio da população negra, combater a violência contra a mulher e defender minorias LGBTQIA+. É respeitar e garantir os direitos dos trabalhadores.”, pontuou Lula.

“Precisamos fazer com que a Petrobras volte a ser uma grande empresa nacional e a serviço do povo brasileiro. Nossa soberania e democracia são constantemente atacadas pela política irresponsável e criminosa do atual governo. Nenhum País será soberano sem educação, saúde, trabalho. A cultura também é importante porque sem arte a vida perde um pouco da sua elegância.”, complementou Lula.

Lula disse que o governo federal estimula constantemente o preconceito, a discriminação e a violência e é preciso combater diariamente atos que colocam em risco a vida e os direitos humanos. Ele também defendeu a Constituição Brasileira. “Não somos a terra do faroeste, onde cada um impõe a sua própria lei. Temos a lei maior – a Constituição – que rege a nossa existência coletiva. E ninguém, absolutamente ninguém, está acima dela. Ninguém tem o direito de ignorá-la ou de afrontá-la. Tudo o que fizemos e o povo brasileiro conquistou está sendo destruído pelo atual governo. Não vamos desistir, nem eu e nem o nosso povo. A causa pela qual lutamos é o que nos mantém vivos”, sublinhou.

Com covid-19, Geraldo Alckmin não esteve presente no local, mas participou do evento virtualmente. Em seu discurso, disse ter aceitado estar junto a Lula porque foi um chamado à razão. Ressaltou que não há democracia sem liberdade e não há liberdade sem direitos humanos.

“O governo federal é injusto e desnecessário. O povo brasileiro precisa de mais educação, saúde e bem-estar. Vamos respeitar a biodiversidade, manter uma relação justa entre trabalhadores e empresários. Queremos ser um país ambientalmente mais responsável e internacionalmente mais respeitado. Lula é hoje a esperança que resta ao Brasil. A democracia e o futuro do Brasil estão em risco e a solução virá com Lula. Estamos ao lado dos brasileiros que sofrem, perderam seus empregos, seus familiares. Política se destina a cuidar de gente.”, enfatizou Alckmin.

“Absolutamente nada servirá de razão ou pretexto para que eu deixe de apoiar ou defender a volta de Lula à presidência do Brasil. O país sobrevive hoje ao mais desastroso e cruel governo da sua história. Socialmente injusto e irresponsável. Prometemos hoje ao Brasil um governo realmente democrático. Obrigado presidente Lula por me dar o privilégio da sua confiança.”, finalizou o ex-governador Geraldo Alckmin.

Entre os políticos presentes, o presidente nacional do PV, José Luiz Penna; o pré-candidato ao governo de SP Fernando Haddad (PT); o líder do MTST Guilherme Boulos (PSOL); o governador do Maranhão Flávio Dino (PSB); o pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSB Márcio França; o deputado federal Marcelo Freixo (PSB); e a deputada federal Luiza Erundina (PSOL).

O evento teve a finalidade de mostrar propostas para reconstruir o Brasil com foco no desenvolvimento sustentável, no emprego e salário decentes e na proteção social.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.