PV na luta pela qualidade do meio ambiente nos planos local, regional e nacional
PV na luta pela qualidade do meio ambiente nos planos local, regional e nacional

PV na luta pela qualidade do meio ambiente nos planos local, regional e nacional

O desmatamento e as mudanças climáticas estão alterando a capacidade da floresta amazônica de absorver carbono. É o que revela uma pesquisa brasileira publicada na revista científica “Nature”. A pesquisa aponta que, de 2010 a 2018, as emissões de CO2 foram dez vezes maiores nas áreas da Amazônia nos estados do Pará e Mato Grosso, onde a taxa média de desmatamento é superior a 30%. Com isso, a área se tornou uma fonte significativa de carbono.

Segundo a pesquisa, houve uma redução de 35% nas chuvas e alta de 2°C entre os meses de agosto, setembro e outubro. Com isso, mesmo em áreas não desmatadas, as árvores se tornam inflamáveis e, sem intervenção humana direta, morrem.

No estado de São Paulo o nosso bioma também sofre com desflorestamentos e queimadas. Segundo informações do Atlas da Mata Atlântica, o desmatamento na Mata Atlântica cresceu 66% em um ano. Entre 2020 e 2021, o bioma perdeu 21.642 hectares, o que corresponde a mais de 20 mil campos de futebol.

O Partido Verde (PV 43) luta pelo fortalecimento do movimento ambientalista e pela realização das suas propostas e é um forte canal de ação política. O PV participa, por meio dos seus militantes, dos movimentos sociais, culturais e das organizações não governamentais, incansável na execução do programa verde no plano local, regional e nacional.

Neste domingo, 5 de junho, será celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente que neste ano de 2022 traz o tema “Uma Só Terra”. A data visa colocar em discussão a necessidade de se viver de forma sustentável em harmonia com a natureza, além de promover transformações, a partir de políticas públicas e das escolhas individuais.

A causa ambiental é um dos pilares do PV e acreditamos que temos capacidade de usufruir dos recursos naturais sem comprometer o seu uso para as gerações futuras. Por isso, é de extrema importância desenvolvermos ações cotidianas com foco na sustentabilidade, ou seja, aplicar os 7 R (Repensar, Recusar, Reduzir, Reparar, Reutilizar, Reciclar e Reintegrar).

Isso significa consumir produtos com responsabilidade dando preferência aos naturais, fazer a reutilização de embalagens, fazer a reciclagem, utilizar transportes menos poluentes como a bicicleta, comer menos carne, dentre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.