635 milhões de pessoas podem ser afetadas por afundamento do solo até 2024
635 milhões de pessoas podem ser afetadas por afundamento do solo até 2024

635 milhões de pessoas podem ser afetadas por afundamento do solo até 2024

WhatsApp Image 2021-04-15 at 1.33.49 PMNeste 15 de abril é celebrado o Dia Nacional da Conservação do Solo e para protegê-lo é importante a adoção de práticas de manejo, políticas públicas e novas tecnologias. O solo é uma fina camada superficial da terra, similarmente à nossa pele. Segundo a Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS), o solo está na essência da agricultura e é um recurso indispensável para a manutenção da vida no planeta.

Criada por meio da Lei Federal n. /a7.876, de 13/11/1989, a data é também uma forma de envolver toda a sociedade na preservação do solo e, dentre as dicas estão a conservação da vegetação nativa, denunciar e não praticar o desmatamento, promover/participar de ações de reflorestamento, atenção ao lixo e fazer a reciclagem. A promoção da rotação de cultura, não usar agrotóxicos e combater a erosão também trazem benefícios à saúde dos solos.

Especialistas afirmam que a poluição do solo é causada principalmente por atividades humanas desordenadas, a exemplo, a contaminação industrial, uso excessivo de fertilizantes e pesticidas, poluição do lixo. Tudo isso traz grandes efeitos negativos e alteram o clima. O desmatamento causa mudanças no ciclo da chuva contribuindo tanto para o aquecimento global quanto para a perda de ecossistemas.

Os produtos químicos usados nos solos reduzem sua fertilidade de modo que a produção de alimentos diminui. A saúde humana também é impactada, pois inúmeras mortes foram causadas devido à ingestão de alimentos cultivados em solos tóxicos, bem como o consumo de água de aquíferos contaminados em função de contaminações do solo.

Estudiosos da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) afirmam que aproximadamente 33% dos solos do mundo estão degradados e que o manejo sustentável do solo é vital para se alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A partir do solo conservado é possível garantir o acesso à água potável, à produção de alimentos, à regulação do clima e, principalmente, o equilíbrio dos biomas e sua biodiversidade.

Pesquisa publicada na revista científica Science revela que 8% da superfície terrestre pode afundar até o ano de 2040, dentre os problemas apontados está o excesso de exploração subterrânea, como extrações de água, petróleo e gás. Segundo os pesquisadores, o fenômeno geográfico conhecido como subsidência ameaça cerca de 12 milhões de quilômetros quadrados de terra, o que afetaria mais de 635 milhões de habitantes.

De acordo com os estudos, as áreas mais afetadas serão as próximas a locais urbanos e irrigados, com alto nível de estresse de água e grande demanda em relação à água encontrada no subsolo, como, por exemplo, locais na Ásia e na América do Norte. Cientistas vêm alertando para os efeitos da subsidência. Em 2018, foi apontado que Jacarta, capital da Indonésia, havia afundado 2,5 metros em 10 anos, com uma expectativa de continuar descendo 25 centímetros por ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *