Exposição de fotos em preto e branco retrata cotidiano dos índios do centro oeste do Brasil

Fotos: Raisa Alves

01_Carlos_Marx

Ambientalistas e defensores da causa indígena, educadores, ativistas, familiares e crianças prestigiaram a festa de abertura da exposição “Índios: a realidade expressa”, do fotógrafo Walter Sanches, na noite de quinta-feira (18/4) no Espaço Cultural (3º Piso) do Continental Shopping, Jaguaré, São Paulo. Em mais de 40 imagens em preto e branco, a mostra retrata a cultura e o cotidiano dos índios das etnias Karajá, Xerente, Krahò, Tapirapé e Avá-canoeiro, essa última do norte de Goiás.

03_expo

A mostra traz três tamanhos de fotos e ainda o painel “Novo mundo?”, com artigo do indigenista Walter Sanches. Na abertura da exposição houve atividade cultural. A poetisa Vera Godoy declamou versos de seu último livro. Emocionado, o instrumentista e compositor Dorgival Nazaro fez a plateia cantar com a música “Amor de Índio”. Rosi Cheque fez uma performance artística (teatro/dança) com os poemas “Silêncio Guerreiro”, de Márcia Wayna Kambeba; e “Dia de Índio”, da poeta osasquense Vera Lúcia Godoy Correia.

Carlos Marx, coordenador da Casaviva, agradeceu a Rodrigo Rufino, gerente de marketing do Continental Shopping, pelo apoio na realização da exposição. Falou da importância da sociedade atuar na defesa da cultura e dos direitos dos índios.

02_SanchesWalter Sanches discorreu sobre seu trabalho de campo com os índios no Mato Grosso, em Goiás e outros estados. “Meu trabalho era voltado para a proteção e defesa dos índios e atuei em várias etnias e tribos”. O fotógrafo foi, por mais de 30 anos, técnico indigenista e chefe de reserva, em Goiás, da Fundação Nacional do Índio (FUNAI).

O desmatamento, os problemas de saúde e o avanço das cidades sobre as matas são alguns fatores que levam índios a migrarem para áreas urbanas. Muitos são vitimas de preconceito e discriminação.

No Brasil os índios quase desapareceram em sua totalidade. Hoje, muitos deles “estão dependentes de novos hábitos e sem recursos, passaram a conviver com doenças como malária e tuberculose… Enfrentam o alcoolismo. Mas apesar das enfermidades crônicas, dos massacres e genocídios enfrentados ao longo da história – tudo em nome da expansão rural – sobreviveram e lutam para manter a dignidade restante”, assinalou Sanches.

04_DorgivalPara o fotógrafo, os índios vão vivendo à margem de uma sociedade que não é a deles. “Teoricamente sobraram-lhes as terras indígenas quase nunca homologadas, onde fazendeiros do entorno criam rebanhos e empreiteiros abrem estradas e fazem investimentos sem indenizações justas e de direito, já que são terras da União. E os lucros cabem unicamente aos investidores. A arte plumária, a pintura corporal e o artesanato utilitário ainda hoje visíveis em algumas etnias – muito mais em fotos do que na realidade – servem de bálsamo para a cultura colonialista e suas instituições tutelares que, das metrópoles urbanas, arvoram-se a buscar soluções à luz da tecnocracia”.

04_Vera

“Gostei muito das fotos e das apresentações de música, dança e poesia. Sempre é bom conhecer um pouco mais da história dos índios porque eles são parte importante na história do nosso país. Temos que diminuir os preconceitos sobre eles”, comentou a farmacêutica e escritora Maria do Carmo Okada.

“Não podemos ignorar os direitos básicos e fundamentais dos índios. Parabéns aos organizadores pela atividade. Parabéns a Casaviva por levar alegria, cultura e conhecimento para as pessoas. As fotos da exposição conversam com a gente”, disse Rosanilda Silva, empresária do transporte escolar em Osasco.

08_Rosi_Cheque

Em São Paulo há três reservas indígenas localizadas nos municípios de Avaí, Braúna e Arco Íris. Sob curadoria da Casaviva – cultural e ambiental Osasco e apoio do Continental Shopping, a exposição “Índios: A realidade expressa’ pode ser visitada gratuitamente até o dia 28 de abril, das 10h às 22h, no 3º Piso do Continental Shopping. Endereço: Avenida Leão Machado, 100 – bairro do Jaguaré, na divisa com Osasco.

SAIBA MAIS

(11) 99652-8199 / casavivaosascosp@gmail.com
www.facebook.com/casavivaosasco

https://casavivaosasco.wordpress.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>