Monthly Archives: junho 2020

Pastora Railda e comerciário Marcelo Moraes estarão na live, desta segunda-feira (29/6), às 17h30, do deputado Emidio de Souza

29 de junho PV-43

Para conversar sobre os cuidados na abertura das igrejas para celebrações e recebimento de fiéis e atenção dos trabalhadores do comércio para evitar contaminação pelo COVID-19, o Deputado Estadual Emidio de Souza vai conversar, em live pelo Facebook, nesta segunda-feira (29/6), às 17h30, com a Pastora Railda e com o comerciário Marcelo Moraes, ambos pré-candidatos a vereança pelo Partido Verde.

Esta é a primeira vez que ambos convidados participam ativamente na vida política da cidade de Osasco e estão muito felizes em se envolver na busca de soluções para tantos problemas sociais que Osasco enfrenta.

SOBRE OS CONVIDADOS

Railda Pereira é evangélica, cabeleireira, trabalha como diarista em casas de família e mora no bairro do Rochdale. Quer ser vereadora para ampliar as ações sociais e, assim, atender mais pessoas e famílias que vivem em vulnerabilidade social. Seu trabalho enquanto cidadã e religiosa está voltado para o bem-estar da população, desde as crianças até os idosos. Ainda, defende melhores condições de trabalho para as trabalhadoras domésticas e cabeleireiras.

Marcelo Moraes é evangélico, mora mo bairro Munhoz Jr, estudou Logística Empresarial, trabalha no comércio e sabe o quanto está sendo difícil honrar os compromissos sem poder trabalhar integralmente por causa do isolamento social. Sua luta também está em buscar melhorias para o trabalhador do comércio da cidade de Osasco. Outras bandeiras que defende são geração de emprego e renda, saúde e combate a toda forma de violência (pessoas, animais).

Envie suas perguntas antecipadamente no Facebook ou no WhatsApp (11) 94266 9288.

Acesse, comente, curta, siga e compartilhe. www.facebook.com/EmidiodeSouzaOficial.

Pandemia COVID-19 reduz doação de sangue gerando redução dos estoques

Todos podem participar fazendo sua doação na Fundação Pró-Sangue. Os tipos sanguíneos O positivo e O negativo são os que estão em situação mais crítica no estoque da Fundação, mas doações de todos os tipos são bem vindas.

Para doar é necessário estar em boas condições de saúde, ter entre 16 e 67 anos, pesar no mínimo 50k, estar descansado e bem alimentado e portar um documento original com foto emitido por órgão oficial.

PV dia do doador de sangue

Saúde, segurança, emprego, moradia e combate a violência às pessoas em situação de rua serão temas da live, nesta sexta-feira (12/6), às 17h30, de Emidio de Souza com os verdes Robertos Santos e Osvaldo Ferreira

12 de junho PV-43

O deputado estadual Emidio de Souza conversa em sua live, nesta sexta-feira (12/6), às 17h30, com os pré-candidatos a vereador pelo PV Roberto Santos e Osvaldo Ferreira. Em pauta, melhoria das políticas públicas para as pessoas em situação de rua como combate à violência, moradia, saúde e emprego.

SOBRE OS CONVIDADOS

Roberto Santos mora a mais de 50 anos no Jardim Munhoz e há 14 anos realiza trabalho social de acolhimento com o pessoal em situação de rua e incentiva pessoas a deixarem as drogas e o álcool. Apesar da pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19) as atividades desta ação social continuam. Acredita que Osasco tem condições de oferecer mais e melhores políticas de assistência social com foco no tratamento da saúde e no combate a violência às pessoas em situação de rua. Ainda, oferecer capacitação profissional e trabalho e moradia para os necessitados da cidade.

Osvaldo Ferreira é casado, pai, evangélico e atua assiduamente como obreiro da Igreja Internacional da Graça de Deus. Acredita que políticas públicas eficazes aos mais necessitados são essenciais para promoção do combate à fome, miséria e promoção da paz. Osasco necessita de mais projetos sociais com foco na geração de trabalho e renda, promoção da saúde familiar e projetos culturais para crianças e adolescentes.

Envie suas perguntas antecipadamente no Facebook ou no WhatsApp (11) 94266 9288.

Acesse, comente, curta, siga e compartilhe. www.facebook.com/EmidiodeSouzaOficial.

 

 

Trabalho infantil deve ser combatido por toda a sociedade e gestores públicos

Trabalho Infantil PV 43No Dia Mundial contra o Trabalho Infantil, lembrado nesta sexta-feira (12/6), a Organização Internacional do Trabalho (OIT) enfatiza a Idade Mínima de Admissão nos Trabalhos Industriais (No. 5 1919), sendo ratificada pelo Brasil em 1934.

O Brasil tem 2,4 milhões de crianças e adolescentes entre 5 e 17 anos trabalhando na agricultura, pecuária, comércio, nos domicílios, nas ruas, na construção civil etc. Vale ressaltar que a Meta 8.7 do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU visa o fim do trabalho infantil em todas as suas formas até o ano de 2025 e, por isso, sociedade civil com vereadores e prefeitos devem pensar em ferramentas eficazes para alcançar essas metas.

Nem sempre o trabalho infantil é facilmente detectado pelas autoridades. Ao suspeitar que uma criança esteja trabalhando, denuncie no Disque 100. A ligação é gratuita e o canal encaminha o caso para a rede de proteção.

Dentre as ações para combater o trabalho infantil estão à sensibilização, mobilização e articulação dos agentes institucionais governamentais e da sociedade civil.

Década dos Oceanos instituída pela ONU começa hoje

IMG-20200604-WA0043A Década dos Oceanos, instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU), começa hoje (8/6) no Dia Mundial dos Oceanos. Diplomatas, ambientalistas e cientistas acreditam que nos próximos dez anos a humanidade aumente o conhecimento sobre as águas que cobrem 70% da Terra e proteja melhor essa imensidão, que absorve um terço do gás carbônico produzido pela atividade humana, retém o aquecimento global e serve à subsistência direta de bilhões de pessoas.

O Dia Mundial dos Oceanos objetiva a promoção da conservação de espécies e habitats, bem como diminuir a poluição e a escassez de recursos por causa da sobrepesca.

Dados do International Maritime Bureau (IMB) apontam que nos últimos oito anos houve uma média de 257 casos de pirataria marítima por ano em todo o planeta.

Crimes marítimos e acidentes nos oceanos podem ser de difícil investigação. Até hoje os brasileiros não sabem como 3.600 quilômetros do litoral, da Reserva Extrativista do Cururupu (Maranhão) até São João da Barra (Rio de Janeiro), foram atingidos por manchas de petróleo.

Estudo internacional publicado na revista científica “Advances in Atmospheric Sciences” releva que o aquecimento médio dos oceanos atingiu o maior registro da história em 2019 e, em janeiro de 2020, bateu o terceiro recorde consecutivo.

O estudo aponta que os oceanos estiveram 0,075 °C acima da média registrada de 1981 a 2010. Além disso, a taxa de aquecimento registrada de 1987 a 2019 cresceu 450%, se comparada ao período anterior (1955 a 1986). Isso corresponde a uma elevação de 46 mm no nível dos oceanos.

A ONU aponta 10 atitudes que os cidadãos podem tomar para salvar os oceanos: Parar de beber água em garrafas de plástico; não jogar bitucas de cigarro na rua; fazer escolhas mais conscientes quando comer frutos do mar; Diminuir a pegada de carbono; não usar copos, talheres nem canudos descartáveis feitos de plástico; ser um consumidor informado; organizar/participar de mutirão de limpeza de praia; evitar embalagens e sacos plásticos; cuidar do seu animal doméstico com responsabilidade; e apoiar organizações que protejam a vida marinha.

Fonte: https://nacoesunidas.org

 

Países precisam adotar medidas de segurança dos alimentos em toda a cadeia produtiva

Dados de pesquisas da Organização Mundial da Saúde (OMS) relevam que uma em cada dez pessoas adoece após consumir alimentos contaminados e 420 mil pessoas morrem a cada ano por este motivo. Crianças menores de cinco anos são as mais afetadas, com 125 mil mortes anuais.

Neste domingo (7/6) é celebrado o Dia Mundial da Segurança Alimentar e a OMS pede que todos os países adotem medidas necessárias para garantir a segurança dos alimentos em toda a cadeia produtiva e garantir produtos seguros para os consumidores.

Há ações imprescindíveis que devem ser seguidas por todos os atores da cadeia produtiva, isto é, do campo à mesa. Os governos devem garantir alimentos seguros e nutritivos para todos, por meio de políticas que promovam a agricultura e sistemas alimentares sustentáveis, e colaboração multissetorial entre saúde pública, saúde animal, agricultura e outros setores.

Seguranca alimentar PV 43

Operadores comerciais devem garantir que os alimentos sejam transportados, armazenados e processados com segurança, não apenas para manter os alimentos seguros, mas para preservar seu valor nutricional.

Os consumidores precisam ter acesso a informações oportunas, claras e confiáveis sobre o risco nutricional e de doença associado às suas escolhas alimentares.

Governos, agências econômicas regionais, organizações das Nações Unidas, agências de desenvolvimento, organizações comerciais, grupos de consumidores e produtores, instituições acadêmicas e de pesquisa e entidades do setor privado devem trabalhar em conjunto em questões de segurança dos alimentos.

Qualidade do ar no mundo melhorou durante isolamento social e todos têm de se comprometer com um futuro verde e resiliente

Dados da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) mostram que a região metropolitana de São Paulo tem qualidade do ar ‘boa’ em todas as 29 estações de monitoramento para os poluentes primários, emitidos diretamente por fontes poluidoras.

Segundo a Cetesb, a quarentena por conta do Novo Coronavírus (COVID-19) provocou uma diminuição das atividades e da circulação de veículos, resultando na diminuição de poluentes emitidos.

As imagens de satélite da National Aeronautics and Space Administration (NASA) mostram que a concentração de dióxido de nitrogênio (NO2), produzido principalmente por veículos e usinas termelétricas, caiu drasticamente, em fevereiro, em Wuhan, cidade chinesa epicentro da pandemia do COVID. De vermelho/laranja o mapa ficou azul.

Meio Ambiente PV 43

O mesmo dado foi confirmado em março pela Agência Espacial Europeia no norte da Itália, uma área confinada há várias semanas para combater a disseminação da doença.

Neste 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, alerta que a Natureza está dando uma mensagem clara, ou seja, é preciso adotar hábitos e modelos agrícolas e de negócios sustentáveis, bem como salvaguardar os espaços e a vida selvagem que ainda existem. Todos têm de se comprometer com um futuro verde e resiliente.

O tema do Dia Mundial do Meio Ambiente 2020 é biodiversidade. A campanha #HoraDaNatureza é um apelo à ação global para combater a crescente perda de espécies e a degradação ambiental, além de chamar a atenção para a relação entre a saúde humana e a saúde do planeta.

Nesta sexta (5/6), às 17h30, dia mundial do meio ambiente, deputado Emidio de Souza conversa com o ambientalista Carlos Marx sobre a interdependência entre a saúde humana e a saúde do planeta

5 de junho  PV-43

O deputado estadual Emidio de Souza terá o ambientalista Carlos Marx em sua live no Facebook, às 17h30, nesta sexta-feira (5/6), Dia Mundial do Meio Ambiente. Na oportunidade, serão abordados temas como a interdependência entre a saúde humana e a saúde do planeta, bem como importância de projetos em educação ambiental, mais áreas verdes e parques e adoção de hábitos sustentáveis no dia a dia, inclusive no ambiente de trabalho.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o ano de 2020 é decisivo para a biodiversidade e para as emergências climáticas e com a pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19). Por isso, se faz urgente a necessidade de utilizar esse momento complexo e difícil que a pandemia impôs à humanidade para que todos (gestores públicos, empresários, sociedade civil) repensem ações em relação ao meio ambiente.

Carlos Marx é jornalista, ambientalista e produtor cultural. Foi assessor de imprensa de vários sindicatos de trabalhadores de Osasco e outras cidades paulistas. De 2005 a 2016, foi secretário de Meio Ambiente de Osasco. É Fundador do Partido Verde no Brasil, dirigente estadual do PV e é presidente do diretório de Osasco.

Envie suas perguntas antecipadamente no Facebook ou no WhatsApp (11) 94266 9288.

Acesse, comente, curta, siga e compartilhe. www.facebook.com/EmidiodeSouzaOficial.

 

Distanciamento social causado pela pandemia do COVID-19 contribui no aumento das estatísticas de agressão às crianças e adolescentes dentro de casa

Violencia infantil pv 43

Liberdade de imprensa e democracia são indissociáveis

PV Osasco