Monthly Archives: maio 2020

Saude da Mulher PV-43

Desmatamento na Mata Atlântica aumenta 27,2% entre 2018 e 2019

Pesquisa da ONG SOS Mata Atlântica em parceria com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais(Inpe) e divulgada nesta quarta (27/5), data em que se comemora o Dia Nacional da Mata Atlântica, releva que o desmatamento na Mata Atlântica aumentou 27,2% entre 2018 e 2019. Significa que foram 14.502 hectares a menos de vegetação nativa em todo o país, a maior perda desde 2016.

Mata Atlantica PV 43

 

Relatório completo

“Emergência climática e a cidade de São Paulo” é o tema da 19ª Conferência de Produção Mais Limpa e Mudanças Climáticas que será online e está com inscrições abertas

IMG-20200525-WA0123

Na próxima segunda-feira (1/6), das 9h às 13h, será realizada a 19ª Conferência de Produção Mais Limpa e Mudanças Climáticas da Cidade de São Paulo. Por conta do distanciamento social por causa da pandemia do COVID-19 o evento será online. Neste ano a conferência abordará o tema “São Paulo e a Emergência Climática”, as inscrições estão abertas, são gratuitas e podem ser feitas no https://bit.ly/2WY1lLf

A Conferência objetiva intermediar o diálogo entre cidadãos, instituições, iniciativa privada e governo, para aprofundar a discussão sobre os três pilares da sustentabilidade: ambiental, econômico e social, além de propor políticas públicas e legislações de caráter mais objetivo e resolutivo. O evento é fruto da lei de autoria do vereador Gilberto Natalini (PV), que é o proponente e presidente da Conferência.

IMG-20200525-WA0120

A programação da Conferência será aberta por uma mesa diretora, onde autoridades e entidades da sociedade civil irão expor ações focadas nas questões de sustentabilidade. A palestra magna será ministrada pelo Professor e Climatologista Carlos Nobre, em seguida terá uma mesa de debates composta por: José Antonio Marengo Orsini – Coordenador-geral de Pesquisa e Desenvolvimento, do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Ana Carolina Câmara– Diretora do Projeto ProAdapta da Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit – GIZ e Henrique Gruspun– Presidente do Centro de Bioética do Instituto Israelita Albert Einstein.

Segundo Gilberto Natalini, o debate propõe a reflexão sobre como superar retrocessos e avançar novamente na trilha de tornar São Paulo uma cidade muito mais humana e sustentável.

“A Conferência P + L é um fórum de discussão municipal sobre ocupação do espaço urbano relacionado com o meio ambiente e sustentabilidade e 11 mil cientistas de 153 países se uniram para declarar Emergência Climática Global. Isso significa o aumento da vulnerabilidade e impactos à população, à biodiversidade e aos setores econômicos, na medida em que os eventos climáticos extremos, como chuvas intensas, ondas de calor, inundações e tantos outros, se intensificarem ainda mais.

“Os Governos estão fechando os olhos para as mudanças climáticas e no nosso caso, a cidade de São Paulo já sofre muito com impactos violentos. Não há Planeta B! Esse ano a Conferência será online, o que a torna ainda mais sustentável”, comenta Gilberto Natalini, proponente do evento.

SAIBA MAIS
Ascom Gilberto Natalini
(11) 3396-4962/ 99253-8727/ www.natalini.com

 

Vulnerabilidade da população negra em meio à pandemia do COVID-19, alimentação saudável e proteção dos recursos naturais serão os temas abordados por Caio Pinheiro e Maristela Leamare nesta quarta-feira (20/5), às 17h30, em live do deputado Emidio de Souza

O deputado estadual Emidio de Souza em sua live desta quarta-feira (20/5), às 17h30, pelo Facebook, conversará com a psicopedagoga Maristela Leamare Pereira e com Caio Pinheiro, ativista social da causa negra e estudante de Pedagogia na Unifesp. Em pauta questões sobre meio ambiente e alimentação saudável e vulnerabilidade da população negra em meio à pandemia do COVID-19, além da luta dos negros por respeito, garantia de direitos, combate a todo tipo de violência e políticas públicas em prol da igualdade étnico-racial.

Dados do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde revelam que negros e periféricos são as principais vítimas do Novo Coronavírus. No Brasil, pessoas negras e pardas somam 54,8% das mortes por COVID-19. Já as pessoas brancas são minoria entre os mortos (43,1%). É uma realidade já esperada pela comunidade médica, devido à desigualdade social.

20 de maio PV

Sobre os convidados

Maristela Leamare Pereira é casada, mãe e avó, formada em Psicopedagogia pela UNIFIEO e ativista social. Coordena o Centro de Ação Socioambiental (CEASO), no Terra Nossa, bairro vizinho do IAPI, zona norte de Osasco. Dentre os projetos em desenvolvimento estão a Horta Sustentável comunitária e a Coleta de Óleo de Fritura usado (doadores recebem verduras em troca).

Caio Pinheiro é estudante do curso de Pedagogia na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e promove curso pré-vestibular para jovens negros da periferia. Atua em movimentos negros cujos objetivos principais são a luta contra desigualdade e a discriminação, acesso gratuito e inserção do negro em universidades e em cursos técnicos, combate a todas as formas de violência contra a pessoa negra.

Envie suas perguntas antecipadamente no Facebook ou no WhatsApp (11) 94266 9288.

Acesse, comente, curta, siga e compartilhe. www.facebook.com/EmidiodeSouzaOficial.

Após 30 anos da ONU retirar a “homossexualidade” da lista internacional de doenças ainda há muito preconceito e violência contra os LGBTs

No dia 17 de maio de 1990, a Assembleia Geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou a retirada da palavra homossexualismo, presente no código 302.0, da Classificação Internacional de Doenças. A OMS declarou que a homossexualidade não constitui doença, distúrbio ou perversão. Passaram-se 30 anos, mas os avanços para proteger os LGBTs que ainda sofrem muita violência e preconceito na família e na sociedade.

No Estado de São Paulo há a Lei Estadual nº 10.948, de 2001, que pune administrativamente a discriminação por orientação sexual ou identidade de gênero. A sociedade civil também deve denunciar atos de discriminação e crimes de ódio por orientação sexual e identidade de gênero.

17 maio Homofobia

Segundo relatores da ONU e especialistas internacionais de direitos humanos apenas um terço dos países no mundo contam com legislação para proteger indivíduos da discriminação por orientação sexual. Em 72 países há leis que criminalizam relações homossexuais e expressões de gênero.

Herbert Daniel, um dos fundadores do Partido Verde no Brasil, foi um dos pioneiros ativistas, no Brasil, da bandeira LGBTs e defensor da dignidade humana.

No Brasil, a cada 23 horas um homossexual é assassinado. O país é o que mais mata travestis e transexuais no mundo. Por isso, se faz urgente conscientizar a população em geral sobre a luta contra a discriminação dos homossexuais, transexuais e transgêneros.

Unidades familiares fortalecidas fortalecem sociedades, municípios e nações

O confinamento social causado pela pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19) pressupõe que todos têm casas próprias para se refugiar e água disponível para lavar constantemente as mãos, mas muitos gestores públicos e empresários desconsideram a questão de que para pessoas mais pobres o confinamento chega a ser um luxo inviável e a disponibilidade de água e esgoto nos bairros carentes e favelas têm sido negligenciadas.

Neste 15 de maio é celebrado o Dia Internacional das Famílias e, por isso, é imprescindível ampliar ainda mais o olhar para as famílias de baixa renda e vulnerabilidade social, incluindo os moradores em situação de rua. Para o dia da família neste ano a Organização das Nações Unidas (ONU) propõe o tema “Família em desenvolvimento” destacando a necessidade de proteger famílias durante a crise da COVID-19.

Segundo a ONU, a data acontece durante uma das crises sociais e de saúde mais desafiadoras do planeta, logo, é de extrema importância de se investir em políticas sociais que protegem os indivíduos e famílias mais vulneráveis.

São diversos os problemas que afetam as famílias como o acesso à água potável. Relatório divulgado, no dia 7 de maio, pela Agência Nacional de Águas (ANA) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que as famílias brasileiras têm um uso total de água per capita por dia de 116 litros, sendo que a utilização no Sudeste e Sul supera a média nacional respectivamente com 143 e 121 litros. Já no Nordeste, Norte e Centro-Oeste o uso é de respectivamente 83, 84 e 114 litros diários de água por membro de cada família.

O Partido Verde (PV-43) de Osasco entende que uma unidade familiar fortalecida possivelmente fortalecerá sociedades, municípios e nações e, por isso, é importante investir em propostas de políticas publicas para as famílias mais pobres tais como moradia, trabalho, saúde, educação, promoção da cultura de paz e lazer e, principalmente, acabar com a dificuldade de acesso a água potável para diminuir o risco de diversas doenças entre os mais pobres.

Dia da Familia PV Osasco

Deputado Emidio de Souza fará live nesta sexta (15), às 17h30, com participação do radialista Nei Lobo e do conselheiro municipal da saúde Jaime Barbosa

O deputado estadual Emidio de Souza promove, nesta sexta-feira (15/5), às 17h30 em seu perfil no Facebook, uma transmissão ao vivo (live) com a participação dos osasquenses Nei Lobo e Jaime Barbosa. Dentre os temas a serem abordados neste bate-papo estão a Saúde e o Esporte.

15 de maio PV

Perfil dos convidados: Nei Lobo é jornalista, radialista esportivo e ambientalista. Ativista do esporte amador, escritor e morador do Jardim Helena Maria. Tem grande atuação em toda a zona norte de Osasco no campo desportivo. Nei Lobo acredita no esporte e na prática de atividades físicas como ferramentas essenciais para a manutenção da saúde da população.

Jaime Barbosa liderança comunitária na região da Vila Menck e adjacências, zona norte de Osasco. Tem forte atuação como membro gestor do Conselho da UPA da Vila Menck. Nestes tempos de pandemia da COVID-19 o gestor pede atenção especial por parte da prefeitura como maior presença de agentes de saúde na periferia, dar assistência alimentícia para famílias de baixa renda, pede atenção especial para pessoas idosas e pessoas deficientes ou com mobilidade reduzida.

Aproveite para enviar suas perguntas antecipadamente no Facebook ou no WhatsApp (11) 94266 9288.

Acesse, comente, curta, siga e compartilhe. www.facebook.com/EmidiodeSouzaOficial.

 

Pandemia de COVID-19 põe em evidência os profissionais de Enfermagem

Os enfermeiros e enfermeiras, técnicos e auxiliares, são os profissionais da Saúde que estão na linha de frente e têm dado exemplo de dedicação, e muito orgulho e gratidão a familiares e pacientes, sobretudo nesta pandemia do Novo Coronavírus (COVID-19).

Infelizmente, boa parte destes profissionais convive com uma realidade de extrema vulnerabilidade, por exemplo, falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) resultando em óbitos e afastamentos.

Dados recentes divulgados pelo Comitê Gestor de Crise do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen) revelam que morreram 98 enfermeiros e profissionais de enfermagem em decorrência de complicações da COVID-19 no Brasil. Segundo o Cofen foram registrados 10 mil casos de infecções entre esses profissionais e isso é preocupante.

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Osasco denunciam a falta de estrutura para atender pacientes com COVID-19. Em nota, a Prefeitura de Osasco afirmou que a frota de ambulâncias é antiga e que, atualmente, há sete trabalhadores do Samu afastados por causa do novo coronavírus.

Osasco é o segundo município do Estado de São Paulo com mais casos da doença. Ao todo há 2.083 casos confirmados e 164 mortes. O município tem 238 leitos exclusivos para tratar pacientes com coronavírus, mas a ocupação já passa de 80%.

Na quarta-feira (6), um cortejo de ambulâncias acompanhou, até o cemitério municipal Jardim Santo Antônio, o corpo do socorrista Júlio César, de 57 anos.

O diretório municipal do PV Osasco presta homenagem ao companheiro Washington Farias dos Reis e esposa, ambos enfermeiros. Parabéns pelo compromisso e dedicação com a saúde da população osasquense.

PV 43 Dia do Enfermeiro

Médico José Amando Mota falará sobre COVID-19 e os cuidados com a saúde em live do Jornal Giro

Jose Amando Mota Medico

O Jornal Giro entrevistará o renomado médico José Amando Mota em live no Facebook, às 11 horas, desta terça-feira, 12 de maio. Em pauta os cuidados com a saúde em meio ao Novo Coronavírus (COVID-19).

O médico José Amando Mota está na área da saúde faz mais de 35 anos e atua nas especialidades clínica geral, endocrinologia e metabologia. Foi vereador e secretário da Saúde de Osasco.

Para assistir a entrevista basta clicar em
www.facebook.com/jornalgirosa

Educação e Cultura serão os temas da professora Maria Teresa e do músico Dorgi na live de Emidio de Souza nesta segunda-feira, às 17h30

Nesta segunda-feira (11/5), às 17h30, o deputado estadual Emidio de Souza terá em sua live os convidados Maria Teresa Ferreira, professora de Matemática e de Inglês da Escola Estadual Paulo Freire e também em escola do município de São Paulo; e Dorgival Nazaro (Dorgi), ambientalista, professor de música, compositor, cantor, diretor da Oficina Musical e integrante do coletivo Casaviva – cultural e ambiental Osasco.

Dentre os temas abordados no bate-papo estão Educação e Cultura. Aproveite para enviar suas perguntas antecipadamente no Facebook ou no WhatsApp (11) 94266 9288.

Acesse, comente, curta, siga e compartilhe. www.facebook.com/EmidiodeSouzaOficial.

11 de maio PV-43