Monthly Archives: janeiro 2018

Vote em Jacy Malagoli, da Avama, para conselheira da Zoonose Osasco

Neste sábado (3/2), das 9h às 16 horas, haverá eleição para o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Osasco. Contamos com seu voto e apoio para a ativista Jacy Malagoli, coordenadora da Ação Pró Vida Animal e Meio Ambiente (Avama).

Desde 2012, Jacy da Avama faz feiras de adoção de cães e gatos e, em parceria com uma equipe de veterinários, promove mutirões de castração a preços populares em todo o município.

A atividade de conselheiro do CCZ é voluntária, sem qualquer tipo de remuneração, e o eleito poderá fiscalizar, acompanhar, propor melhorias, aprovar verbas, dentre outras ações referentes a CCZ.

A eleição ocorrerá no CCZ localizado na Avenida Lourenço Belloli, 1480, no Parque Industrial Mazzei. Para votar é preciso levar RG, Titulo de Eleitor e Comprovante de Endereço.

Os eleitos mais votados serão 2 titulares e mais 2 serão suplentes.

Jacy_Avama_jan_2018

Macacos não transmitem a febre amarela

Especialistas na área da saúde, biólogos e veterinários são unânimes em afirmar que os macacos não transmitem a doença da febre amarela. Eles são vítimas tanto quanto os humanos. Os macacos têm papel fundamental na vigilância da doença e servem como guias para a elaboração de ações de prevenção.

O vírus da febre amarela é transmitido pela picada de um mosquito fêmea infetado. Nas cidades é transmitida principalmente por mosquitos da espécie Aedes aegypti. Esse mosquito é resistente e adaptável. Transmite várias doenças como zika, dengue, além das febres chikungunya e amarela e outras enfermidades mais raras.

Febre_Amarela

A população deve tomar medidas de prevenção e eliminação de possíveis focos do inseto Aedes aegypti. Com o calor ocorre o aumento da temperatura e também o risco de transmissão de doenças que têm o mosquito Aedes aegypti como vetor. Por isso, é preciso tomar medidas na eliminação de focos desse mosquito.

Dentre essas medidas preventivas estão tampar os tonéis e caixas d’água; manter as calhas sempre limpas; deixar garrafas sempre viradas com a boca para baixo; manter lixeiras bem tampadas; deixar ralos limpos e com aplicação de tela; limpar semanalmente ou preencher pratos de vasos de plantas com areia.

Caso a população encontre animais mortos ou doentes deve informar o mais rápido possível ao serviço de saúde do município ou do estado onde vive. Pode ainda ligar para o Disque Saúde – telefone 136. A ligação é gratuita e funciona 24 horas.

INFORMAÇÕES

Fone: (11) 3684-0293
E-mail: pvosasco@uol.com.br
Site: www.pvosasco.org.br
Facebook: PartidoVerdeOsasco