Category Archives: Ações do PV no Governo de Osasco

Ações do PV no Governo Emidio

Em dezembro de 2004, após a sua vitória no segundo turno das eleições municipais, o prefeito Emidio de Souza, do PT, convidou o jornalista e ambientalista Carlos Marx Alves, presidente do Partido Verde, para assumir a Secretaria de Meio Ambiente de Osasco, a partir de 1º de janeiro de 2005.
Marx aceitou o desafio, mesmo tendo que afastar-se de atividades profissionais em dois sindicatos de trabalhadores (condutores de veículos e coletores de lixo-asseio e conservação), nos quais trabalhava há mais de 12 anos.
Desde então, o dirigente principal dos verdes de Osasco e região Oeste (13 cidades), junto com sua equipe que reúne vários outros membros do PV vem realizando um trabalho intenso, criativo, inovador, que está transformando o visual da cidade, com total apoio do prefeito Emidio
Em nosso site você vai conhecer um pouco desse trabalho.

Programa Meu Ambiente: educação ambiental e profissionalização

O Programa Meu Ambiente é uma ação de educação ambiental que trabalha a conscientização a respeito da preservação do verde e da água, bem como da importância da implantação de coleta seletiva de lixo e de outras iniciativas cujo andamento depende da participação e cooperação de todos.
Além de aulas e debates em escolas, entidades, igrejas, empresas, ONG´s, são realizados inúmeros eventos referentes às semanas da Água, do Meio Ambiente, da Árvore e Proteção dos Animais.
O prefeito Emidio de Souza entregou à secretaria um ônibus que leva diariamente cerca de 80 pessoas para visitas monitoradas ao Parque Chico Mendes.
Em abril de 2005, foram criados os cursos gratuitos de horticultura e jardinagem (incluindo compostagem orgânica, viveiros de mudas e minhocultura) no Parque Chico Mendes, aptos a qualificar trimestralmente até 120 pessoas para a implantação de hortas comunitárias, hortas escolares, jardins e produção de mudas e adubo orgânico, possibilitando geração de renda. Desde então, mais de 1.000 pessoas foram treinadas e muitas conquistaram empregos e iniciaram atividades como autônomos.
No Núcleo de Educação Ambiental do Parque do Jardim das Flores são realizadas oficinas gratuitas de reciclagem de PET, papel e metal.

Agricultura urbana: alimentos saudáveis e inserção social

Como resultado de uma parceria das Secretarias de Meio Ambiente (SEMA) e de Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão (SDTI), Osasco iniciou o projeto de Agricultura Urbana. Nele, pessoas recebem treinamento e são organizadas em grupos para implantar hortas comunitárias em áreas ociosas da cidade.
Inicialmente, as aulas são ministradas em uma horta modelo no Jardim Piratininga-IAPI, numa área de aproximadamente 2.000 m², cedida pela Viaoeste. A Eletropaulo também cedeu áreas ociosas para a implantação de hortas comunitárias. São locais por onde passam redes elétricas, onde não são permitidas construções.
O trabalho conjunto das secretarias envolvidas é fundamental para o sucesso do projeto. Uma equipe da SEMA, que recebeu treinamento sobre técnicas de produção de alimentos naturais na Fundação Mokiti Okada, ensinando os alunos a instalar e manter a horta sadia.   Paralelamente a equipe da SDTI, dá formação sobre trabalho coletivo, visando a criação de cooperativas e associações. Além da questão ambiental, a parceria gera renda e promove a inclusão social.

Coleta seletiva e reciclagem de entulho avançam em Osasco

Iniciativas, realizadas em parceria entre vários órgãos da prefeitura, unem preservação ambiental à inclusão social
O projeto “Osasco Recicla”, de coleta seletiva, e a instalação da Usina de Reciclagem de Entulho são ações que envolvem as secretarias de Administração; Assistência e Promoção Social; Desenvolvimento, Trabalho e Inclusão; Educação; Habitação; Indústria, Comércio e Abastecimento; Meio Ambiente; Obras e Transportes; e Saúde; e ainda as coordenadorias de Combate às Enchentes e Gênero e Raça.
A iniciativa garante, entre outras coisas, a preservação dos bens naturais; a ampliação da vida útil do aterro sanitário da cidade; a inclusão social dos catadores com geração de trabalho e renda através da Cooperativa criada pela municipalidade; além da ampliação da consciência ambiental.
A criação dos programas também conta com as parcerias da Coopernatuz; Coopermundi; Associação Civil Cidadania Brasil; Fundação Banco do Brasil; Funasa; e Instituto Nova Ágora de Cidadania.
Vários bairros já são atendidos pelos projetos, e nos próximos meses o objetivo é atingir toda a cidade, sempre em parceria com empresas, entre as secretarias municipais e toda a população.

Conselho e Fundo do Meio Ambiente intensificam ações no setor

Órgãos ajudam a discutir, elaborar e acompanhar as políticas ambientais desenvolvidas na cidade.
Com a revitalização do Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA), ocorrida em 2008, o órgão, que tem como função discutir, elaborar e acompanhar as políticas voltadas ao meio ambiente em conjunto com a sociedade organizada, possibilitou a criação do Fundo Municipal do Meio Ambiente. Dessa forma, a cidade fica credenciada a receber mais recursos para as ações nessa área, o que é fundamental para a melhoria da qualidade de vida do cidadão osasquense.
O COMDEMA tem caráter consultivo e deliberativo, ou seja, tem por competência fiscalizar a gestão administrativa, orçamentária, patrimonial e por fim deliberar sobre a aprovação de projetos na área.

Ecomuseu – Exposição faz retrospectiva de tecnologias

Espaço educativo mostra, entre outras curiosidades, tempo de decomposição dos matériais e o funcionamento de todos os ambientes de uma cidade
Em fase de implantação, o Eco Museu já tem alguns setores abertos à visitação. O projeto é um dos espaços educativos que funciona no Núcleo de Educação Ambiental do Parque do Jardim das Flores. Nele, os visitantes podem verificar painéis onde está exposto o tempo de decomposição dos materiais, podem conhecer peças que mostram o desenvolvimento de diferentes tecnologias e ainda maquetes reproduzindo o funcionamento dos ambientes de uma cidade, desde as matas ciliares até parques e o aterro sanitário.
Ampliação do acervo – O Eco Museu aceita doações de objetos para o acervo de evolução de tecnologias, como celulares, máquinas de escrever, aparelhos de telefone antigos e ferros de passar roupa, entre outros.
Serviço: Núcleo de Educação Ambiental do Parque do Jardim das Flores. Rua Georgina,64 – Jardim das Flores. Tel.: 3684-0749

Viajando sem sair da cidade

No Jardim dos Biomas, painéis criam cenários, incluindo amostras de plantas e réplicas de animais que levam o visitante à Amazônia, Caatinga, Pampas, Cerrado, Mata Atlântica e Pantanal
Mais um projeto inovador da SEMA, o Jardim dos Biomas instalado no Parque Chico Mendes, em Osasco, tem espaços temáticos que mostram os 6 biomas brasileiros: Amazônia, Caatinga, Campos Sulinos (Pampas), Cerrado, Mata Atlântica e Pantanal. Eles são formados por painéis com ambientes que reproduzem o ecossistema de cada bioma, incluindo amostras de plantas e réplicas de animais. Os animais são produzidos em concreto e as representações de alguns ecossistemas (Caatinga, Pampas, e Cerrado) foram feitas em vasos, para possibilitar a reprodução dos ambientes em espaço pequeno. As demais foram reproduzidas no próprio solo.
O local é aberto ao público todos os dias. Escolas podem agendar visitas no Núcleo de Educação Ambiental do Parque do Jardim das Flores (3684-0749).
Saiba mais: Bioma é um conjunto de ecossistemas que funciona de forma estável. Um bioma é caracterizado por um tipo principal de vegetação (num mesmo bioma podem existir diversos tipos de vegetação). Os seres vivos de um bioma vivem de forma adaptada às condições da natureza (vegetação, chuva, umidade, calor, etc) existentes. Os biomas brasileiros caracterizam-se, no geral, por uma grande diversidade de animais e vegetais (biodiversidade).

Equoterapia é saúde e inclusão

Cavalos são aliados no processo de recuperação de pessoas com deficiência, depressão e hiperatividade. Serviço gratuito acontece no Parque Chico Mendes, desde 2006, quando foi implantado graças ao apoio da Secretaria de Meio Ambiente.
O Projeto Equoterapia oferecido gratuitamente no Parque Chico Mendes, graças a uma parceria das secretarias de Educação e Saúde e o Núcleo de Equitação Terapêutica, presta atendimento a inúmeras pessoas. O trabalho, feito por profissionais da psicopedagogia, fisioterapia e educação física, tem por objetivo facilitar o tratamento de pessoas com necessidades especiais, como deficientes mentais e pessoas com distúrbios de comportamento como depressão e hiperatividade.
A equoterapia é um método terapêutico com ajuda do cavalo, que faz numa abordagem interdisciplinar nas áreas da educação, saúde e equitação. O tratamento busca melhorias nos aspectos físico, psicológico, emocional, cognitivo e biopsicossocial. Além de ter grande sensibilidade e carinho com o portador de necessidades especiais, o cavalo possui uma andadura tridimensional que emite para o cérebro do praticante de 120 a 180 estímulos, que facilitam a melhora em menor tempo. O animal atua na Equoterapia como agente facilitador da aprendizagem, de inserção e de reinserção social.
No Parque Chico Mendes, o trabalho da equitação terapêutica é acrescentado com a inserção dos praticantes em atividades artísticas, lúdicas e culturais. Para receber o tratamento, o paciente precisa primeiro passar por alguns exames e ter indicação médica.

Minas e nascentes são recuperadas em Osasco

Parte dos olhos d´água que alimentam os córregos da cidadee o rio Tietê foi aterrada, mas agora essa realidade começa a mudar, com a ajuda da comunidade.
A Secretaria de Meio Ambiente iniciou em 2007 o programa de Recuperação de Minas e Nascentes. Diagnóstico realizado em 2006, com apoio das escolas estaduais, mostrou que a cidade possui cerca de 50 “olhos d´água”, que alimentam os córregos da cidade, sendo que muitos foram aterrados, para construção de casas.
O objetivo da ação é recuperar tudo o que foi degradado pelo homem ao longo de décadas. Algumas minas que estavam soterradas por entulho já receberam tratamento para armazenamento da água, com construções de pequenos tanques de pedras, com a restauração da vegetação do entorno.
São minas d’água, contribuintes dos córregos, do Rio Tietê e do Ribeirão Carapicuíba. Ao todo, treze já foram recuperadas, localizadas nos bairros Parque Palmares, Jardim d’Abril, Jardim Santa Maria, Vila Ayrosa, Cidade das Flores, Nova América e Bonança. A cidade também possui nascentes de córregos, como o Bussocaba, que está preservada e se encontra nas dependências do Parque Chico Mendes, e o Baronesa
A parceria com as comunidades é constantemente trabalhada no projeto, pois ele busca, além de recuperar minas e nascentes, conscientizar a população a respeito da importância de se conservar e proteger o meio ambiente.
Há muito trabalho a ser realizado, mas a equipe da Secretaria do Meio Ambiente está empenhada na execução desse e de outros programas.

Parques da cidade cada dia melhores

Os 6 parques de Osasco passam por constante reformulação e ganham novos espaços para atrair cada vez mais freqüentadores.
Desde 2005, os parques de Osasco deixaram de ser simples espaços de lazer e verde e passaram a oferecer uma diversificada programação, como aulas de ginástica, educação ambiental, shows musicais e palestras.
Também como parte dessa estratégia para atrair um maior número de pessoas para uma vida mais saudável, eles são alvo de constantes reformas e manutenções por parte da administração municipal.